Se Deus é conosco, por que sofremos? (2/5)

“Por que a luz é dada para alguém na miséria, e a vida ao amargo na alma, que anseia a morte, mas ela não chega…?” – Jó 3:20-21

Nossas questões sobre o sofrimento são questões do tipo “Por quê”. Por que Deus permitiu Adão e Eva pecarem se Ele sabia o mal que surgiria disso? Por que Deus permite essa dor? Por que aqui e agora? Por que Deus permite que as crianças sofram? E por que os justos sofrem? Por que pessoas gentis estão doentes enquanto outros tolos descuidados abundam saúde?

Alguns crentes, como os amigos de Jó, pensam que têm as respostas para essas perguntas. Deus está testando você, eles dizem. Deus está punindo você por trapacear. Deus está engordando os descrentes pra matança. Deus previu que se sua filha tivesse vivido mais, ela teria deixado a fé.

A verdade é que nós raramente sabemos qualquer uma dessas coisas. Podemos saber um pouquinho – algo como o porquê de uma pessoa ter uma ressaca, ou porque alguém se contamina com uma DST. Ou saber porque um homem que mente não consegue que ninguém confie nele.

Mas mesmo aqui existem surpresas. Alguns mentirosos se tornam presidentes. Alguns pervertidos continuam saudáveis. Alguns beberrões se “levantam pra brilhar”.

A resposta mais verdadeira para nossas perguntas “por quê?” sobre o sofrimento é que nós não sabemos. Nos comprometemos com um Deus que cuida e ama, e pela sua graça o comprometimento continua firme embora as montanhas tremam e a terra se abale. Nós sabemos que em todas as coisas Deus trabalha para o bem.

Mas vamos encarar dois fatos. Um é que esse bem é frequentemente duro de encontrar. Não podemos vê-lo ou descrevê-lo. Deus tem razões para permitir essa humilhação esmagadora, mas nós não sabemos quais são as razões. Frequentemente parece que nós recebemos um pouco de coragem em vez de tanto conhecimento.

Mas também vamos encarar outro fato. No dia em que Ele morreu, nosso Senhor gritou “Meu Deus, meu Deus, por que me desamparaste?”. Dois dias depois Ele apareceu aos seus discípulos e disse, “Paz seja convosco”.

Ó Senhor, nosso Deus, nós enxergamos através de um vidro escurecido. Mas nós vemos a face de seu filho, que sofreu por nós. Embora a fé falhe e o coração se afunde, sabemos que ele seguiu o caminho do sofrimento para uma paz que supera o entendimento. Em seu nome, Amém.


O que você pensa sobre isso? Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s