Explorando Tiago: Tiago 1:19-21

Apropriando-se da Palavra de Deus (Tiago 1: 19-21)
Devemos lembrar-nos que Tiago escreveu sua carta aos cristãos que estavam enfrentando terrível perseguição. Isto criou todos os tipos de problemas para eles, e Tiago escreveu para dar-lhes orientação e incentivo. Um dos problemas criados pela perseguição era a tendência a duvidar da bondade de Deus. É a síndrome do: “Se Deus é bom, porque isso está acontecendo comigo?”.
Tiago respondeu a esse problema afirmando três coisas sobre a bondade de Deus: Ele é a única fonte de bondade, Ele é a fonte imutável de bondade e Ele é a fonte do supremo ato de bondade. O supremo ato de bondade é, naturalmente, a bondade da salvação, e essa bondade flui para aqueles que crêem por meio da Palavra de Deus.
Sua menção do papel da Palavra de Deus na salvação levou Tiago a ainda um outro problema relacionado com a perseguição de seus leitores, ou seja, como eles poderiam encontrar forças para enfrentá-la.
Podemos nos relacionar com essas pessoas? Os problemas da vida exigem força, e muitas vezes sentimos que não temos força. As demandas são grandes e as reservas estão esgotadas! A questão dos leitores de Tiago é, então, a mesma que muitas vezes nos vemos perguntando: Onde podemos encontrar força para a vida destes dias e como enfrentar nossas dificuldades?
A resposta de Tiago é simples e enfática: a força é encontrada na Palavra de Deus! Todo cristão já experimentou a força da Palavra de Deus. A salvação é nada menos do que uma demonstração do poder da Palavra de Deus. Cada crente já esteve alguma vez no cemitério espiritual- morto em delitos e pecados! -mas a Palavra de Deus veio e trouxe vida espiritual. Deus usou a verdade da sua Palavra para nos salvar.
Agora, essa mesma palavra poderosa ainda está disponível para nós.
Deus não usou sua Palavra apenas para nos salvar e, em seguida, retirá-la. Não! Ela ainda está disponível, e ela ainda é poderosa. Se quisermos força para viver, então, temos de olhar para a Palavra de Deus.
Mas tão poderosa como a Palavra de Deus é, não irá infundir a sua força dentro de nós, se não nos apropriarmos dela. E é esse negócio de apropriação que Tiago se dirige nos versos diante de nós.
O que devemos fazer para nos apropriarmos da Palavra de Deus? Podemos resumir o que Tiago diz em três palavras: rapidez, imundície e mansidão. Apropriação adequada da Palavra significa desenvolver rapidez, deixando de lado a imundícia e cultivando a mansidão.

Desenvolvendo rapidez (v. 19)
Tiago exorta seus leitores a serem “prontos para ouvir ‘. E rapidez para ouvir significa ser “tardio para falar, tardio para se irar” (v. 19).
Seja pronto para ouvir! A Palavra de Deus é mais necessária para nós do que a nossa comida. Ela é mais preciosa do que o ouro. É uma lâmpada para os nossos pés e luz para o nosso caminho. Nós não podemos viver bem sem a Palavra de Deus! Quão interessados devemos estar em ler e ouvir o ensinamento! Nada, absolutamente nada, deve ser mais importante para nós do que nos apropriarmos disso!
Mas a nossa era não vai entrar para a história como “a era de escutar”. Adlai Stevenson uma vez abriu um discurso para estudantes na Universidade de Princeton com estas palavras: “Eu compreendo que eu estou aqui para falar e você está aqui para ouvir. Vamos torcer para que ambos terminemos ao mesmo tempo.” Mas a verdade é que uma grande quantidade de freqüentadores de igrejas terminam de escutar muito antes do pastor terminar de pregar.
Parte disso é devido ao curto tempo de atenção criado pela mídia. Outra parte é que somos em grande parte preguiçosos e indisciplinados. No entanto, outra parte é que estamos constantemente estimulados para falar. O pensamento parece ser que, se falamos o suficiente, nós vamos vir a descobrir verdades importantes. Mas a maior parte disso é que nós não priorizamos a Palavra de Deus como deveríamos.
Seja tardio para falar! Os cultos da época muitas vezes caracterizam pessoas interrompendo o orador para partilhar os seus próprios pensamentos. E às vezes esses insights estavam fora de contexto, fora de contato com a realidade!
Mas há uma outra maneira em que temos de ser tardio para falar, ou seja, a nós mesmos. Em outras palavras, quando a Palavra de Deus está sendo declarada, devemos estar em guarda contra a tendência de ser interiormente levados a fazer objeções.
Seja tardio para ficar irado! Quando a Palavra de Deus é pregada com precisão, muitas vezes vamos achar que ela dói. É uma espada que perfura e corta (Hb. 4:12)! Como reagimos quando isso acontece? Será que nos tornamos ressentidos e combativos? Se permitirmos que a raiva entre, a Palavra de Deus não vai entrar!
Alguns não conseguem apropriar-se da Palavra de Deus, porque eles estão com raiva de quem está pregando! Talvez eles tenham visto uma falha na pessoa. Ou talvez eles não concordam com algo que ele fez na liderança da igreja. Aqueles nesta situação fariam bem em escutar a palavra de Tiago sobre ser tardio para a ira.
Que palavras profundas Tiago nos deu! Estes são dias em que a tendência é de ser lento para ouvir, pronto para falar e rápido se irar!
Tiago diz: “… deixe de lado toda a imundícia e excesso de maldade”. A palavra “imundícia” significa tudo o que nos contamina aos olhos de Deus. O puritano Thomas Manton disse que a palavra às vezes era usada para a imundícia de úlceras e para a desagradável sensação do corpo quando transpira.
A palavra “excesso” não significa que um pouco de maldade está tudo bem e que o cristão só deve se preocupar com excesso de maldade. O argumento de Tiago é que temos que nos livrar do restante de pecado. Curtis Vaughan escreve: “O pensamento é, então, que o pecado, embora renunciado por cristãos, não é inteiramente vencido por eles. Pode haver alguma maldade restante, como uma má “ressaca” dos dias pré-conversão, como um comentador disse.

Cultivando a mansidão (v. 21)
Tiago exorta seus leitores a “receber com mansidão a palavra em vós implantada, a qual é poderosa para salvar as vossas almas”. O que significa receber a Palavra de Deus?
Tiago usa a palavra grega dechomai, que significa “uma recepção calorosa ou acolhedora”. É a mesma palavra que Lucas usou para descrever a resposta dos bereanos à Palavra de Deus: “ … eles receberam a palavra com toda prontidão, examinando as Escrituras todos os dias para descobrir se estas coisas eram assim” (Atos 17:11). Paulo também usou a mesma palavra para descrever a resposta dos tessalonicenses, que, quando ouviram a Palavra de Deus “ receberam não como palavra de homens, mas como ela é na verdade, palavra de Deus” (1 Ts. 2:13 ).
Então, o que receber a Palavra de Deus significa? Tiago diz: “recebam com mansidão a palavra implantada.”
A palavra “humildade” nos diz que temos que ir para a Palavra com uma disposição delicada, gentil, dócil, reconhecendo a autoridade da Palavra de Deus e nos submetendo a ela.
Mas o que Tiago quer dizer com a frase “a palavra implantada”?
A Palavra de Deus já foi implantada em todo e qualquer cristão. Como é possível, então, “receber” uma palavra que já está implantada? João Calvino sugere que Tiago está dizendo que temos que receber a Palavra para “poder ser realmente implantada”. Em outras palavras, temos que receber a Palavra de Deus de tal maneira que se torne mais firme e profundamente plantada em nossas vidas do que nunca. Temos que abrir nossos corações a ela e recebêla de modo que a sua verdade será incutida e transmitida em nossas vidas. Aqui estão alguns pensamentos de conclusão nesta questão de ouvir a Palavra de Deus:
Ambos os ouvintes e proclamadores da Palavra carregam uma pesada responsabilidade para o sucesso da pregação da Palavra de Deus. • Receber a Palavra de Deus nos obriga a nos preparar com antecedência. Devemos pensar sobre o que a Palavra de Deus é e quão abençoados somos por tê-la.
Quando é momento de ouvir a Palavra de Deus, todo crente faria bem em dizer em silêncio: “Fala, Senhor, porque o teu servo ouve” (ver 1 Sam. 3:10).

Para um estudo mais aprofundado

Leia o Salmo 119. Quais são algumas das coisas que a Palavra de Deus faz por nós? O que podemos fazer para mostrar que nós valorizamos a Palavra de Deus?

Leia Hebreus 5:11. Qual problema este versículo identifica?

Para pensar e discutir

De que forma a Bíblia te fortalece?

Que conselho você pode dar a um colega crente que expressou o desejo de priorizar a Palavra de Deus mais?


O que você pensa sobre isso? Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s